Skip navigation

Bom dia para todos.

Depois de um longo tempo sem escrever, venho desejar um 2011 de sucesso e realizações para todos. Podia usar o Twitter, mas rápido e com menos palavras, mas um Blog torna o texto mais serio: -)

O Blog é coisa seria! Se você escreve uma coluna num jornal, revista especializada ou site, tem obrigação de comparecer nas datas acordadas. Quando se trata de Blog, tem responsabilidade. Acho responsabilidade mais serio que obrigação. É a diferença entre trabalho voluntário e trabalho remunerado.

Mas vamos ao que interessa. Este fim de ano eu li “O Símbolo Perdido” de Dan Brown, e resolvi escrever uma resenha sob o ponto de vista do risco.

O que mantém você “grudado” no texto é seu próprio apetite ao risco, sua vontade de seguir em frente, linha após linha, página após página. A trama se passa num período de aproximadamente 24 horas, sendo o ápice por volta de 15-16 horas da trama começada. Depois é morro abaixo, amarrando as pontas., explicando os nós, aplanando o terreno para que o final possa ser entendido. O grau de risco começa baixo, sobe num crescente onde nossa atenção pergunta até onde se pode chegar e depois é mitigado, compartilhado, rejeitado e às vezes aceito, dependendo do nó que se queira desamarrar.

Existiu um momento da minha leitura em que minha tolerância foi quase a zero, não aceitando nem compartilhando com o autor um fato (evento) ocorrido com o mocinho. Nesta hora tive vontade de parar de ler, não aceitar o risco que o mocinho corria, fechar o livro e me levantar. Mas segui em frente na leitura, derrotado, um monte de pontas ainda por acertar… li por ler. Algumas paginas depois um reviravolta nos fatos, daquelas que só o autor saberia melhoram o cenário, consequentemente meu apetite sobre e a leitura volta aos níveis de interesse anterior ao evento.

Todo o texto trata de riscos. Os mesmos riscos em vários cenários distintos, todas as cenas ocorrendo em paralelo. O grau de risco sobe não em função apenas  de um cenario, mas do conjunto deles, formando um aspecto holistico ao texto.

Eu recomendo a leitura, inclusive pelas descrições a prédios e monumentos da cidade de Washington, USA.

Estou postando este texto a partir do Mac. Se me sentir à vontade, logo outros textos virão.

Abraços

Andre Pitkowski

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: